Onde procurar documentos perdidos

Uma pilha de documentos

Onde procurar documentos perdidos

Documentos perdidos é algo comum na vida do cidadão. Seja por descuido, roubo, fraudes ou outro imprevisto, o fato é que não ter as documentações pessoais por perto causa contrariedades ao seu proprietário. Em casos como este, não há muito com o que se preocupar quando se sabe como proceder.

uma pessoa segura um documento.
Fonte: Original – Canva

É para tranquilizar e instruir a pessoa prejudicada que este artigo visa responder a algumas perguntas importantes, como o que fazer assim que se notar a perda, em quais órgãos e sítios procurar e como evitar este infortúnio.

O que fazer ao ter seus documentos perdidos? 

Em caso de documentos perdidos, é comum, de início, não saber como proceder. Contudo, existem algumas ações que devem ser acionadas quando isso ocorre, que ajudarão a pessoa nessa situação a se proteger contra problemas decorrentes da perda de documentos, como os descritos abaixo. 

Registrar um Boletim de Ocorrência

É fundamental que a pessoa acometida da perda, extravio ou furto de seus dados impressos ou físicos procure por uma Delegacia de Polícia mais próxima, ou acesse o portal da Polícia Civil do respectivo Estado, para dar entrada em um Boletim de Ocorrência (B.O.) imediatamente. 

Quanto mais cedo registrar o B.O., mais rápido são os trâmites para uma nova emissão da identidade e maiores serão as chances de ter segurança quanto a possíveis situações de fraudes.

Uma das consequências em ter documentos perdidos, aliás, é, de acordo com o Serasa Experian, as fraudes financeiras que criminosos cometem em comércios físicos ou na internet. Por isso, a primeira coisa a ser feita é o registro da perda.

Comunicar os órgãos de proteção ao crédito

Após feito o B.O., é ainda de extrema importância comunicar aos respectivos órgãos financeiros sobre o ocorrido, tais como:

  • Serasa Experian;
  • SCPC (Boa Vista);
  • SPC Brasil.

Uma vez registrados os documentos perdidos no sistema, se houver alguma tentativa de compra, financiamento, solicitação de crédito ou conta bancária em nome da pessoa, um aviso será enviado ao operador do caixa ou comerciante de que existe um bloqueio.

Por conseguinte, será entendido que se trata de uma fraude. Por isso, a comunicação às instituições de crédito também deve ser feita o quanto antes.

O mesmo vale para talões de cheque, os quais também são usados em golpes. De forma simples, o bloqueio é feito nos sites das empresas, ao seguir os passos descritos, ou no telefone, como indicado abaixo.

Serasa Alerta Antifraude

Ao entrar no site do Serasa, a pessoa faz seu cadastro e escolhe uma entre duas opções: ativar o alerta provisório (30 dias para documentos e 3 dias para cheques) ou o alerta permanente, o qual vale por 5 anos.

O serviço Antifraude dispõe de observação 24 horas para qualquer movimentação que possa ocorrer com o CPF da vítima. Ao fazer desta forma, é bem mais provável que a medida antifraude ajude o órgão a captar consultas feitas com o número do documento por alguma empresa e então notificar o titular da aparente fraude.

Boa Vista SCPC SOS Cheques e Documentos

No portal Consumidor Positivo, do Boa Vista SCPC, é possível registrar alertas contra fraudes nos estabelecimentos conveniados. Basta fazer login ou se cadastrar.

Essa é outra forma de evitar fraudes acerca de documentos perdidos do cidadão. 

SPC Alerta de Documentos e SPC Avisa

Os dois recursos de alerta do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) foram desenvolvidos para auxiliar tanto a pessoa física que teve os documentos perdidos (Alerta de Documentos) quanto para avisar a pessoa jurídica de golpes em seu comércio.

Uma vez tomadas as providências simples para bloquear o uso de documentos perdidos, o cidadão é resguardado. 

Bloquear ou cancelar cartões de crédito

Juntamente com os documentos perdidos, os cartões de crédito também viram ferramentas de uso indevido a gerar prejuízos financeiros ao titular. Para prevenir contra fraudes praticadas, é recomendado entrar em contato com o banco emissor do cartão.

A solicitação é feita a partir do  site, aplicativo ou telefone correspondentes da empresa do cartão. Da mesma forma, o controle e monitoramento de movimentações incomuns ao consumidor são feitos nos mesmos canais.

Perda de passaporte ou documentos no exterior

Em adição a estas recomendações, também é importante ressaltar os casos de perda, roubo e extravio do passaporte dentro do país – o qual é válido como documento em todo o território, não somente além da fronteira.

Além de manifestar o Boletim de Ocorrência à polícia local, é obrigatório comunicar à Polícia Federal, conforme exprime o Decreto 1983 de 14/08/1996. 

Já quando o ocorrido se passar no exterior, deve-se comparecer à uma Repartição Consular Brasileira (Embaixada ou Consulado), segundo orientação do Itamaraty.

Onde procurar documentos perdidos? 

Para o cidadão que tem seus documentos perdidos, extraviados ou furtados, a situação é no mínimo desconcertante e, mesmo que se dirijam aos órgãos para fazer lavrar o B.O., ainda ficam dúvidas sobre onde procurá-los.

Duas pessoas analisam um documento.
Fonte: Original – Diginotas. | Canva

A recomendação para quem acha estes documentos é entregá-los de acordo com o emissor. Sob esse ponto de vista, existem dois lugares onde é viável a pessoa de boa fé que acha documentos pertencentes a outra, apresentar para o correto encaminhamento.

Procure documentos perdidos pelo site dos Correios

Em primeiro lugar, a procura pode ser feita em uma unidade ou Agência Central dos Correios, bem como a entrega, por parte de quem achou, nos pontos de coleta de correspondência.

Os Correios são referência nacional no serviço de achados e perdidos, pois trabalham com o atendimento ao público que perde documentos pessoais. A partir do momento em que chega um ou mais documentos fica a cargo da pessoa que se deparou com o objeto na rua ou outro local, fazer a entrega – os funcionários os registram no sistema.

Em seguida, o procedimento será o de acondicionar o item recebido em envelopes e guardá-los por 60 dias. Após esse período, são devolvidos às entidades emissoras. Logo, fica à inteira disposição do titular se manifestar para verificar, primeiramente, o sistema de Achados e Perdidos pelo site dos Correios a localização de seus pertences.

A devolução só será liberada com:

  • Comprovação física de outro tipo de identidade, com foto, pelo proprietário;
  • Apresentação de cópia e original do Boletim de Ocorrência;
  • Presença de pais e responsáveis identificados, no caso de menores de 18 anos;
  • Comprovação escrita de terceiros autorizados ou representante legal, também com o B.O. em mãos.

Uma taxa no valor de R$ 5,95 também será cobrada no dia. Outra extensão do serviço também atende proprietários que constataram a localização do documento em cidade diferente, para enviá-lo à agência mais próxima.

Consulte os achados e perdidos do Detran

Outro órgão com setor de achados e perdidos é o Departamento Estadual de Trânsito, o Detran. Por lá, também é possível procurar documentos perdidos como o RG, apesar de ser mais comum a localização de CNH.

Nesse sentido, o processo é o mesmo em relação ao encaminhamento, desde o momento em que são deixados documentos até a correta devolução. Por se tratar de um órgão emissor, quando uma CNH é entregue é verificado, primeiramente, se já existe uma segunda via expedida.

Caso contrário, o dono da carteira é comunicado por telefone para comparecer à unidade. A consulta pessoal também fica a cargo do proprietário, a ser feita no portal do Detran de seu Estado.

Como evitar ter seus documentos perdidos? 

Parte do problema em ter documentos perdidos, principalmente quando estão no papel, está relacionada com o manuseio sem a cautela que tais artigos pessoais requerem. À vista disso, o portador deve saber ainda o que fazer para evitar uma potencial perda, o que inclui, claramente, roubo e extravio.

Uma pilha de documentos
Fonte: Original – Diginotas | Canva

Fonte: Original – Diginotas. 

Como alternativa de carregar todos os documentos na carteira, há hoje no Brasil a emissão eletrônica desses documentos. Logo, a pessoa atualiza seus dados junto ao governo e assegura a existência de seus documentos no sistema.

Substituir por documentos no digital

Uma preferência que se percebe atualmente é trocar qualquer item físico pela sua versão digital, conforme os serviços da Diginotas. Assim, procure fazer a substituição de documentos impressos por uma cópia no celular, por exemplo. 

No entanto, em todo caso, é importante ter ao menos um comprovante físico. Veja quais documentos possuem extensão virtual, com base na permissão de alguns estados:

  • CPF;
  • RG;
  • CNH;
  • Título de eleitor;
  • Carteira de trabalho. 

Agora que você já sabe como lidar com seus documentos perdidos, não deixe de tomar providências para que isso não ocorra. Caso tenha alguma dúvida, deixe nos comentários que logo responderemos!

Contato pelo WhatsApp